14 de fevereiro de 2012

Campanha: Anões em papéis dignos!

Boa noite,

Eu como ator e principalmente como anão, adorei a ideia que vi no blog http://rafitusfly.blogspot.com e aderi a campanha!

O anão sempre foi visto como algo engraçado, desde a época do surgimento dos bufões, clowns bobos da corte!


Na idade Média a cultura cômica popular, principalmente a carnavalesca, tinha uma grande diversidade: festas públicas; ritos e cultos cômicos; palhaços, bufões e tolos; gigantes; anões, etc. 



O gênero que mais amo é a comédia!
Eu amo ser palhaço, amo fazer os outros rirem, desde que com respeito!

Eu em cena no espetáculo "A Roda" - foto de J. Mantovani

Mas tem momentos também que gostaria de uma oportunidade de fazer drama, ação, ser galã, ser vilão  e ter um papel "normal" em alguma peça, filme, novela, programa de TV, etc.

E que há atores anões com talento para fazerem esses diversos papéis, isso há! O que falta é oportunidade!

Prova disso é um dos caras mais fodas que conheço: Peter Dinklage , ator americano de 1,35 de altura, e de um talento gigantesco!

Ele já atuou em diversos filmes, e em 2011 foi premiado com o Globo de ouro, como melhor ator coadjuvante da série "As Crônicas de Gelo e Fogo"

Sem falar no premiado filme "O agente da estação", que é genial! Recomendo!

O mais engraçado é que Peter  estreou no cinema em 1995 no filme "Living in Olivion", interpretando o papel de um ator anão frustrado que reclama de seu papel. Ou seja, na metalinguagem desse filme, Dinklage já mostra que o anão ator pode e quer fazer mais do que lhes é permitido!

Por isso fica aqui meu apelo, meu apoio a campanha e o agradecimento ao  Rafitusfuly!
Também somos capazes de ser o príncipe, e não só o sapo!

Diretores, roteiristas, escritores, etc...
Dê um papel digno a um anão!




4 comentários:

www.falares.blogger.com disse...

Texto lindo, meu Gigante querido!
Você é grande por natureza e está fazendo um trabalho lindo divulgando o texto e fazendo ouvir a sua voz!
Te amo!
Cris Lira.

Giovanni Gigante disse...

Ah Muito obrigado Cris!

Você me ensinou a escrever desse jeito, com sinceridade e opoiniões!
Também te amo e morro de saudades!

Maria Andrade disse...

Amigo, vamos começar a pensar nisso! Vamos escrever, produzir e atuar, bora? Bjooo

Giovanni Gigante disse...

Super topo! Tenho ideias!
E agora conheço um monte de outros "pequenos"...e você escreve maravilhosamente bem!

Precisamos nos unir! rsrs